Home Dicas para aprender macramê O que é macramê? Descubra qual o significado dessa arte milenar

O que é macramê? Descubra qual o significado dessa arte milenar

1302
9

Você sabe o que é macramê? Bom, você pode ainda não conhecer ou até já ser uma pessoa apaixonada por essa arte. Mas, se alguém perguntar agora qual o significado de macramê, você vai saber responder? É sobre isso que vamos conversar aqui. Confira!

Afinal, o que é macramê?

Hoje em dia, principalmente se você é fã de artesanato e artes manuais, é possível que já tenha escutado sobre o que é macramê. Aqui na internet, nas redes sociais, na TV, em lojas de decoração… enfim, essa arte pode ser encontrada em muitos lugares.

Painel de macramê
(Artista: Margherita Mazzoli / Aluna: Escola de Nós)

Porém, é comum alguma pessoa observar uma peça e falar: “Eu achei lindo! Mas não sei o que é macramê ou como é feito”. Basicamente, é uma arte que trabalha com as mãos e com as linhas. Isso significa que, para criar as peças, você não precisa de nenhum outro objeto, como agulha ou máquina de costura.

Temos, então, uma arte que tece nós. Com suas mãos e as linhas, é possível atar e desatar os nós. Aliás, você sabia que o macramê é uma arte milenar? Isso mesmo: há mais de mil anos percorre gerações, em vários cantos do mundo. Se você ficou com curiosidade para saber mais sobre a história do macramê, eu conto para você agora!

Por dentro da origem do macramê

A palavra “macramê” tem origem árabe: se escreve “migramah” e significa franja. Então, dá para entender por que a maioria das peças são cheias de franjas. Suporte de planta, painel, caminho de mesa… essa variedade de artes tem franjas, que são a marca do macramê. 

Caminho de mesa de macramê
(Artista: Solange Sakuragi / Aluna Escola de Nós)

Acredita-se que a origem do macramê veio de lá, das Arábias. Quando havia festa na Babilônia, os tecidos que adornavam as vestimentas dos reis e das rainhas eram feitos pelos nós do macramê. 

Além disso, você também pode imaginar os tecelões daquela época tecendo nó por nó para fazer tapetes, com aquelas franjas no estilo do filme Aladdin. Incrível, não é mesmo?

Ainda muito lá atrás da nossa história, as pessoas tinham essa curiosidade, para saber de fato o que é macramê e, claro, admirar as peças criadas. Há a informação de que essa arte chegou à China, por volta dos anos 600 aos anos 1200, também para enfeitar as vestimentas da realeza. 

E o macramê continuou se expandindo pelo mundo

Depois disso, no início do século XII, surgiu na Espanha. E, na época das Grandes Navegações, o macramê se propagou pela Europa. Aliás, você sabe como isso aconteceu? Por meio dos marinheiros. Como eles passavam um bom tempo nos navios, lá eles começaram a tecer as suas peças, como cordas e redes. Assim que a embarcação parava em algum porto, o macramê tornava-se uma peça de troca ou de venda.

Com isso, lá na Europa, foi assim que as pessoas descobriram o que é macramê. Como a cada porto em que os marinheiros paravam, eles deixavam as suas artes, elas começaram a se espalhar pela Europa. 

Pesquisas indicam que o macramê também estava presente na corte da Rainha Maria, na Inglaterra. Essa arte, no caso, era criada para adornar os altares das igrejas e também os mantos.

Nos Estados Unidos, o macramê ficou em evidência nas décadas de 60 e 70. Naquela época, as crianças aprendiam essa arte milenar nas escolas. Por conta disso, a educação artística do Brasil, que tem a sua base vinda de lá, começou a ensinar macramê por aqui.

Essa arte manual realmente virou moda nos anos 60 e 70. Ela estava atrelada ao movimento hippie, e podia ser encontrada em coletes, vestidos, cintos, brincos e muitas outras peças.

Brinco de macramê
(Artista: Mariana Corradi / Aluna: Escola de Nós)

Depois de um tempo, entre os anos 80 e 90, a tendência deu uma adormecida. Embora, naquela época, muitas pessoas até soubessem o que era macramê, as peças já não estavam tão em alta, como aconteceu nos anos 70.

A história do macramê sempre se renova

Porém, como a arte sempre se renova (e, além disso, estamos falando sobre uma arte milenar, que percorreu gerações), o macramê voltou com tudo nos dias de hoje! É possível encontrar na moda, na decoração de ambientes, no design… enfim, está presente em muitos lugares.

Além disso, cada vez mais as pessoas têm o interesse de saber o que é macramê. Não por acaso, atualmente você encontra uma infinidade de informações sobre essa arte. Se você visitar uma loja, assistir a um programa na TV sobre decoração ou navegar aqui pela internet, muito provavelmente vai encontrar peças bem interessantes.

Com isso, você pode perceber que é uma arte que fez e continua fazendo história. Começou há mais de mil anos e chegou até aqui. E é incrível pensar que, usando simplesmente as mãos e as linhas, conseguimos criar tantas peças. Isso é mágico!

Criando as peças com muita criatividade

Agora que você já entendeu o que é macramê e também ficou por dentro de toda a sua história, que tal conferir algumas peças dessa arte milenar?

Antes de tudo, você precisa entender isto: para fazer as peças, a criatividade é o limite. E isso quer dizer que cada um pode criar aquilo que a sua imaginação permitir.

Para inspirar você, confira a seguir algumas peças criadas pelas alunas do meu curso completo de macramê, a Escola de Nós:

10 ideias do que pode ser feito com macramê

1. Uma pulseira deixa você ainda mais estilosa

Pulseira
(Artista: Paula Cristina Amaral Martins / Aluna Escola de Nós)

2. A criatividade de um painel de macramê colorido

Painel de parede colorido
(Artista: Mariana Corradi / Aluna: Escola de Nós)

3. Que tal uma bolsa para completar o look?

Bolsa
(Artista: Valmiria Porto / Aluna: Escola de Nós)

4. Macramê para vaso de planta decora a área externa

Suporte para vaso de planta
(Artista: Eloísa Pedro / Aluna: Escola de Nós)

5. Chaveiro de macramê é uma peça útil no dia a dia

Chaveiro
(Artista: Mariana Corradi / Aluna: Escola de Nós)

6. O filtro dos sonhos sempre faz sucesso 

(Artista: Bárbara Siqueira Garcia / Aluna Escola de Nós)

7.  O aconchego que a almofada proporciona

Almofada
(Artista: Rosalia Meireles / Aluna Escola de Nós)

8. E a luminária garante a mesma sensação

Luminária de macramê
(Artista: Re Alves / Aluna: Escola de Nós)

9. Um vestido é ou não é uma obra de arte?

Vestido de macramê
(Artista: Gloria Gonçalves / Aluna: Escola de Nós)

10. Jogo americano é um charme para as refeições

Jogo americano de macramê
(Artista: Ereni Matos / Aluna Escola de Nós)

Cada peça é cheia de personalidade

Você já entendeu o significado de macramê, que é trabalhar com as mãos e com as linhas, tecendo nós. Porém, existe algo que eu quero compartilhar com você: cada peça é única. E cada peça carrega a personalidade de quem faz. 

Como você viu nas imagens acima, das peças criadas pelas alunas da Escola de Nós, o macramê é muito versátil: pode ser uma almofada, luminária, jogo americano ou até um vestido. Enfim, são muitas possibilidades. E o melhor: você pode criar do jeito que preferir!

As suas peças podem ser elaboradas de diferentes formas, além de linhas e cordões variados. Então, é só deixar a imaginação fluir para ter um trabalho bem criativo.

Vou revelar o que é macramê na prática

Já que aqui você pôde se aprofundar sobre o que é macramê, será que agora você está se perguntando: “Então, será que essa arte manual é para mim?”.

Mas sabe como eu quero responder você? Na prática, essa arte manual vai além de amarrar nós. Quem trabalha com ela reconhece que existe um envolvimento muito especial. Afinal, é capaz de gerar uma transformação nas nossas vidas.

É como se você pegasse uma linha, fosse lá dentro de você, amarrasse, desse um nó e viesse puxando de volta essa linha para fora. Ou seja: tudo de bom que existe dentro de você, e que às vezes estava escondido, você traz de volta com o macramê. 

Quem produz as peças entende o que eu estou falando. E, quem não faz, pode ter certeza: isso é verdade. Quando você começa a fazer, rapidamente se encanta por essa arte milenar.

Há várias maneiras de experimentar a arte do macramê no seu dia a dia. Por exemplo: pode se tornar o seu trabalho. Sim, você pode criar e vender as peças. Além disso, pode ser uma terapia. Algumas pessoas não precisam vender. O que elas precisam, na verdade, é daquele tempo em contato com a arte.

O verdadeiro significado do macramê

Quando alguém estiver com dúvida e questionar: “Afinal, o que é macramê?”, você já sabe a resposta: é a arte milenar de tecer os nós com as mãos. Mas, além disso, é um trabalho que, com muita criatividade, é capaz de transformar vidas. Assim como transformou a minha.

Agora, só falta você começar a fazer. Para isso, é só se inscrever no meu canal, o Osana Macramê, no YouTube, e assistir a muitos conteúdos que ensinam a criar peças incríveis!

Como faço para aprender peças de macramê?

Recebo muitas mensagens me pedindo para ensinar a fazer uma bolsa, caminho de mesa, cortina, almofada. Essas peças que são as queridinhas de vocês.

Então resolvi de criar um cantinho, um lugar especial onde eu ensino todas essas peças.

Pensando em vocês, criei o clube de assinatura Mais Macramê.

O Mais Macramê é uma assinatura anual onde você terá acesso a tutoriais de macramês fáceis, práticos e exclusivos para você fazer na sua casa.

Todo mês um tutorial de macramê diferente. Se você entrar agora, já terá acesso ao tutorial da luminária, cama de gato, bolsa, caminho de mesa, asa de macramê, porta copos redondo…

Para saber mais, é só clicar no link: https://blogdomacrame.com.br/mais-macrame/

Estou ansiosa para te ter comigo nesse universo maravilhoso que é o macramê.

9 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here