Home Linhas para macramê A Melhor Linha para Macramê

A Melhor Linha para Macramê

917
2

É muito importante saber qual é a melhor linha para macramê. 

Afinal, quando você entende qual fio é o ideal para cada peça, você tem mais autonomia e mais segurança para criar.

Se visitar uma loja ou mesmo acessar uma loja virtual que venda produtos de artesanato, vai encontrar uma enorme variedade de linhas, fios e cordões. 

Então, é normal surgir esta dúvida: “E agora, qual linha comprar?”.

Para ajudar você e, claro, para inspirar o seu trabalho, vou te mostrar os tipos de linha para macramê que mais utilizo nas minhas peças.

Nada do que vou falar aqui é uma regra. 

Pelo contrário, sempre incentivo você a experimentar todas as possibilidades no macramê, desenvolvendo a sua criatividade. 

Mas, com a experiência que tenho, vou mostrar para você as linhas que são as mais indicadas para fazer macramê.

Você pode ter na sua casa linhas que eu vou citar aqui, e está tudo bem. 

Porque, à medida que vamos experimentando, vamos descobrindo novas possibilidades. 

E, com isso, é possível criar peças únicas.

Afinal, este é o objetivo: que você faça as suas próprias peças a partir das minhas orientações. 

Então, confira a seguir quais linhas vão garantir um trabalho incrível de macramê! Leia também: Materiais básicos para fazer macramê

Tipo de linha para macramê: qual escolher?

Barbante

Vamos começar falando sobre o barbante. 

Essa é uma linha de macramê que você encontra em diferentes numerações. A numeração, aliás, equivale à quantidade de fios que compõem cada barbante e, por consequência, a espessura da linha. Quanto maior o número, mais grosso será o barbante. 

Sendo assim, o seu trabalho pode ficar mais delicado ou mais rústico, como você preferir. 

Este trabalho, uma bandeirinha para decorar o cesto, foi feito com o barbante número 6, o que deixou a peça bem delicada:

Bandeirinha de macramê

Já a peça a seguir foi toda feita com o barbante 24 fios:

Macramê com barbante 24 fios

Um dos barbantes que gosto muito de trabalhar é exatamente o barbante 24 fios. 

Ele é muito agradável para manusear – tem uma textura boa, escorrega bem nas mãos, e pode ser encontrado em uma variedade enorme de cores. 

Além disso, ele é ótimo para desfiar.

Macramê com fio de malha

O fio de malha é um fio de macramê muito macio, que corre entre os dedos. 

Porém, o fio de malha tem elasticidade, e isso pode dificultar o trabalho, principalmente para quem está começando na arte do macramê. 

Por isso, se você está começando, não recomendo que use esse tipo de linha ainda.

Quando alguém está no início, criando as suas primeiras peças de macramê, às vezes faz um nó muito apertado. E, se o trabalho é feito com o fio de malha, esse material encolhe, retrai. 

Sendo assim, com o fio de malha, é preciso trabalhar com leveza. 

Veja um painel feito com o fio de malha:

Painel com fio de malha

Há também uma versão do fio de malha que é achatado: ele é feito com o reaproveitamento da malha e, por esse motivo, não tem tanta elasticidade:

Fio de malha

Os novelos dos fios de malha geralmente são grandes: em torno de 200, 250 metros. 

Então, é um fio de macramê que rende. 

Além disso, no momento da compra, é um fio mais acessível do que o fio de algodão. 

Cordão de algodão

O cordão de algodão, para mim, é o melhor fio para macramê. 

Macio e firme, é o tipo de linha mais utilizado para criar as peças. 

O cordão de algodão tem textura e caimento perfeitos para tecer os nós. Ele corre com facilidade entre os dedos, e ainda tem a vantagem de não machucar as mãos.

Fio de algodão

Você pode encontrar cordão de algodão em diferentes espessuras e cores. 

As variações mais recomendadas são: de 3mm, 4mm ou 5mm, na cor crua. Essas espessuras são versáteis e permitem criar uma variedade enorme de peças.

No entanto, se você está pensando em criar uma peça mais robusta, como um suporte para plantas mais pesadas, pode ser uma boa ideia usar o fio de algodão mais grosso, como o de 8mm, por exemplo. 

Aliás, outra vantagem do fio de algodão é a sua alta durabilidade.   

A seguir, temos um painel feito com o cordão de algodão, que oferece uma bonita textura para o trabalho:

Painel com fio de algodão

Na imagem acima, eu usei 6 cordões de algodão: como ele é mais encorpado, é ideal para trabalhos maiores. 

Além disso, a peça fica bonita, com os nós em evidência.

Se você está começando agora no mundo do macramê, tenho uma boa notícia: o cordão de algodão não desfia enquanto você trabalha com ele.

E isso é muito importante para quem ainda é iniciante, que seja uma linha que não desfie e que não embole fácil, facilitando, assim, todo o processo.

Fio náutico

O fio náutico é uma fibra sintética, mais endurecida:

Fio náutico

Esse tipo de linha é ideal para macramês que vão ficar expostos, como no sol ou na chuva, pois é um fio resistente. 

Com essa linha para macramê, o que você precisa saber é que ela escorrega, e o nó não fica tão preso se comparado aos outros tipos de fios. 

Além disso, como o fio náutico desfia, é preciso queimar as pontinhas para fazer o acabamento e impedir que a linha se desfaça.

Por ser menos maleável, a peça produzida com o fio náutico fica mais dura, com caimento menos bonito que o cordão de algodão, por exemplo.

Linha macramê

Como o próprio nome sugere, essa linha foi produzida especialmente para criar peças de macramê. 

Ela tem uma textura macia e muito delicada.

Este é um trabalho com a linha macramê, e o caimento é o que me encanta:

Peça com linha macramê

Apesar de eu gostar muito dela, que dá um efeito maravilhoso nas peças, eu não aconselho a linha macramê para quem é iniciante. 

Quando começamos a fazer macramê, às vezes apertamos muito o nó ou esfregamos muito a linha com as mãos. 

Mas, se não é uma linha firme, ela vai desfiar. 

Então, quem está dando os primeiros passos nessa arte, pode pensar: “Estraguei a linha! E agora, o que fazer?”.

Calma! Nesse caso, a pessoa apenas ainda não tem a firmeza suficiente ou a delicadeza nas mãos para trabalhar com esse tipo de linha.

O meu conselho é: comece usando o cordão de algodão. Assim, você vai ganhando experiência e pode, em seguida, testar outros tipos de linha.

Juta ou Sisal

Juta

É usado no macramê quando se deseja um resultado rústico para a sua peça. 

São cordões de macramê mais brutos. 

Aliás, se você for fazer um trabalho longo, é possível que incomode e arranhe a sua mão, por ser um material mais áspero.

Qual linha de macramê usar para cada tipo de peça?

Agora que você já conheceu as principais linhas que eu uso, você pode estar se perguntando: “Mas qual linha usar em cada peça?”. 

A seguir, vou mostrar vários trabalhos de macramê. 

No entanto, lembre-se: são sugestões, de acordo com as linhas de macramê que eu mais utilizo no dia a dia, e não uma regra. 

Você pode experimentar diferentes linhas, criando novas possibilidades. Mas confira as peças que produzi. E que elas sejam uma inspiração para você!

Leia também: O que dá para fazer com macramê?

Marcador de livros

Marcador de livros de sisal

Foi feito com sisal, que tem a característica de ser rústico. Como marcador de livros, ele fica bem marcado, engomado. 

Marcador de livros de barbante

Outra sugestão é usar o barbante número 6 para criar uma peça delicada. Ele é macio e não vai danificar as páginas do livro.

Chaveiro

Há uma variedade de linhas de macramê para criar um chaveiro. O interessante é que, com cada linha escolhida, o chaveiro ganha um estilo único. 

Chaveiro de sisal

Este chaveiro tem um um estilo mais rústico, e a linha de macramê escolhida foi o sisal.

Agora, se você quer um chaveiro mais delicado, que tal experimentar o barbante número 6? Com ele, é possível fazer nós bem pequenos. 

Chaveiro com cordão de algodão

Você também pode fazer chaveiro com o cordão de algodão. Fica bonito, porque os nós ficam em evidência. No exemplo acima, foi usado o barbante de 3mm. Porém, se você quiser um chaveiro ainda menor, pode usar o cordão de algodão de 2mm ou de até 1mm. 

Chaveiro com fio náutico

O fio náutico também pode ser um bom material para fazer chaveiro. Mas é preciso queimar as pontas, para não desfiar.

Chaveiro de pena

Aqui, temos o chaveiro de pena com barbante 24 fios, que é muito bom para fazer peças assim, desfiadas.

Suporte para vaso de planta

Suporte de planta com cordão de algodão

Você pode fazer com o cordão de algodão, que é firme: como os nós não abrem, o fio não irá ceder. 

Ele é revertido com uma capinha, não permitindo que as linhas se desfiem com facilidade. 

A espessura da linha vai depender da planta que você pretende pendurar. 

Por exemplo: o cordão de algodão de 10mm é capaz de fazer um suporte resistente. 

O cordão de algodão ainda suporta bem o sol e a chuva, sendo ideal para decorar áreas externas da casa. 

Suporte de planta de barbante

Outra linha de macramê para criar um suporte de planta é o barbante 24 fios. 

É claro que há outras espessuras de barbante, como de 10 ou de 12 fios. E você deve escolher de acordo com o tamanho da planta que será usada na peça. 

Suporte de planta com fio náutico

O fio náutico, que é o fio sintético, é mais uma opção para fazer um suporte de planta que ofereça resistência. 

Mas não se esqueça: esse fio para macramê desfia na ponta. 

Então, para fazer um nó, é mais difícil. Além disso, o ideal é queimar a pontinha. Caso contrário, vai ficar abrindo.

Suporte de planta com linha macramê

E as opções para suporte de planta não param! Aqui, utilizei a linha macramê, que também é resistente. 

O caimento é bem bonito. 

Porém, você precisa se lembrar de que é uma linha mais difícil para quem está começando, porque desfia com facilidade.

Suporte de planta pode ser feito com fio de malha ou sisal?

Na verdade, você pode experimentar o tipo de linha para macramê que quiser. 

No entanto, eu não aconselho fazer suportes para vasos com esses 2 tipos de linhas especificamente.

No caso do fio de malha, ele tem elasticidade. Ao colocar um vaso de planta (que tem peso), além do sol ou da umidade, todos esses fatores contribuem para a malha ceder. 

E, com isso, os nós vão se abrindo. Corre o risco de arrebentar, e o vaso de planta cair no chão.

Com o sisal, também pode acontecer de ceder, e o suporte de planta arrebentar. Então, para que isso não ocorra, há outras linhas de macramê mais resistentes.

E se você quiser saber ainda mais detalhes sobre criar suporte para plantas, assista a este vídeo: 

Almofada

Almofada com fio de malha

O fio de malha é excelente para fazer uma capa de almofada.

A capa tem que ser fofa, macia. 

E, aqui, não há problema com a elasticidade da malha. É até melhor, porque, quando você for costurar a capa, ela se ajusta na almofada.

Almofada com cordão de algodão

Já esta capa foi feita com cordão de algodão, que é macio e confortável. Depois que a peça estiver pronta, basta costurar na sua almofada. 

Tiara de cabelo

Tiara de cabelo de macramê

O fio de malha é ideal para tiara de cabelo, por ter elasticidade e se ajustar na cabeça.

Colar de fio sintético

Ainda pensando em acessórios de macramê, para deixar o visual mais estiloso, um colar pode ser uma ótima opção. Este foi feito com o fio sintético.

E você já sabe: esse é um fio de macramê que desfia, se você não queimar as pontinhas.

Colar com linha macramê

Já esse colar foi feito com a linha macramê, que tem um caimento maravilhoso e não deixa a peça armada.

Colar com barbante 24 fios

E que tal um colar com barbante 24 fios? Percebeu como é possível experimentar e, com isso, criar peças incríveis com diferentes tipos de linha para macramê?

Painel

Painel com linha macramê

Há várias opções para fazer painéis. 

Aqui, foi feito com a linha macramê, que garante um caimento maravilhoso. Porém, como já orientei você, é necessário ter uma certa experiência para trabalhar com essa linha. 

Ah, e para ajudar você a usar a linha macramê, olha só esta dica: depois de prender cada linha, vai lá na ponta e dê um nó em cada uma delas. 

Ou, então, prenda um pequeno pedaço de fita adesiva, só para não desfiar. 

Assim, você faz a sua peça toda. Quando terminar, tire a fita adesiva, evitando que o trabalho fique desfiado.

Jogo americano

Jogo americano de macramê

Para deixar a mesa da refeição bem mais bonita, temos um jogo americano feito com barbante 24 fios. 

Use sua criatividade com as diferentes linhas para macramê

Com a grande variedade de linhas para macramê, deu para perceber que é possível criar muitas peças.

 E, como eu falo: não é uma regra. O segredo é você experimentar, descobrir novas possibilidades. E, assim, criar peças únicas, que tenham a sua personalidade.

Como faço para aprender peças de macramê?

Recebo muitas mensagens me pedindo para ensinar a fazer uma bolsa, caminho de mesa, cortina, almofada. Essas peças que são as queridinhas de vocês.

Então resolvi de criar um cantinho, um lugar especial onde eu ensino todas essas peças.

Pensando em vocês, criei o clube de assinatura Mais Macramê.

O Mais Macramê é uma assinatura anual onde você terá acesso a tutoriais de macramês fáceis, práticos e exclusivos para você fazer na sua casa.

Todo mês um tutorial de macramê diferente. Se você entrar agora, já terá acesso ao tutorial da luminária, cama de gato, bolsa, caminho de mesa, asa de macramê, porta copos redondo…

Para saber mais, é só clicar no link: https://blogdomacrame.com.br/mais-macrame/

Estou ansiosa para te ter comigo nesse universo maravilhoso que é o macramê.

2 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here